UM CAMINHO SEM VOLTA.

Talvez você já tenha passado pela experiência de entrar em um caminho sem volta.
Entrar em um trecho da estrada onde a neblina tira toda a sua visão e sentir que precisa seguir em frente mesmo assim, pois se parar alguém poderá bater atrás de você.
Sempre que eu leio mais um relatório do programa BEST IN CLASS para me preparar para me reunir com um cliente este sentimento me vem à mente:
É um caminho sem volta.
Meu cliente vai receber um relatório, elaborado com base no que as pessoas ao redor dele informaram em uma pesquisa anônima e confidencial.
Este relatório revelará o que estas pessoas sentem que ele faz de melhor, e isso será muito gratificante para o meu cliente.
Mas ele também tomará conhecimento do que estas pessoas sentem que ele precisa mudar em seus comportamentos para obter melhores resultados. São os comportamentos que o meu cliente manifesta inconscientemente, mas que incomodam, aborrecem, estressam e desmotivam as pessoas ao seu redor, prejudicando os resultados.
E por que é um caminho sem volta?
Porque estas pessoas tiveram a oportunidade de falar a respeito de tais sentimentos e de registrar suas expectativas e suas esperanças de que meu cliente mude estes comportamentos.
Porque depois que eu terminar a reunião para analisar o relatório com o meu cliente e voltar para o meu escritório, todas as vezes que ele abrir a porta da sua sala dará “de cara” com estas pessoas.
E ele saberá que estas pessoas sabem que ele sabe o que elas sentem em relação aos comportamentos dele. E que elas esperam que ele mude.
É um caminho sem volta!
Meu cliente precisará ter a determinação de seguir em frente, e de ir genuinamente até o final.
Neste momento recuar significará assumir um elavadíssimo risco de acidente, que poderá ser fatal.
Seguir em frente, e ir verdadeiramente até o final, significará produzir uma versão aperfeiçoada de si mesmo. Tornar-se a cada dia um ser humano melhor. Passar a atuar como um Líder e não somente como um “chefe”. Conseguir o engajamento das pessoas sem gerar stress desnecessário nelas. Ser mais feliz, fazer as pessoas se sentirem mais felizes. Obter cada vez mais resultados, para si, para as pessoas ao seu redor e para suas empresas.
Todos os ocupantes de cargos de Gestão precisam passar por esta experiência tão marcante, porque nenhum deles é perfeito e infalível.
E mais: ninguém tem o direito de ignorar o que pode melhorar.
Mas algumas pessoas não têm a coragem de um lider para entrar neste caminho sem volta.
Isso vai requerer humildade, e a humildade é a força que só os líderes possuem, porque é preciso ser muito forte para ser humilde.
Para estas pessoas será muito duro tornarem-se conscientes do dano que provocam nas demais pessoas ao seu redor.
Elas preferirão fingir que isso não acontece, que os resultados estão sendo conquistados (não importa a que custo) e que, se ela chegou até onde chegou, certamente chegará cada vez mais longe. Afinal, acreditam que “elas são a razão do sucesso”.
Com o correr do tempo suas empresas se tornarão reféns delas. Não formarão sucessores. Os melhores terão ido embora porque não precisavam tolerar os comportamentos inadequados do “chefe”. Restarão os mais fracos, os acomodados, os bajuladores. E estes precisarão de “chefes”.
Assim se fecha o ciclo e se desenha o sombrio futuro da empresa.
Por isso é um caminho sem volta.
Tanto a decisão de entrar nele quanto a decisão de não entrar não têm retorno.
Ganharão todos os que entrarem e seguirem verdadeiramente até o final. Ganharão todas as pessoas ao redor deles e ganharão também suas empresas.
Perderão todos os que não entrarem e aqueles que acreditarem que poderão fingir que estão seguindo verdadeiramente até o final. Perderão todas as pessoas ao redor deles e perderão também suas empresas.

Wladimir Rodney Palermo

wladimir.palermo@bestinclassgroup.com

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *