Empresas Mal-Assombradas

Wladimir R. Palermo

Recentemente telefonei para um executivo de Recursos Humanos que me pediu uma proposta para realização do nosso programa de Aconselhamento Executivo.

Perguntei se já havia ocorrido a reunião de diretoria na qual seria decidida a aprovação da proposta e ele então me respondeu:

“A empresa decidiu que não investirá em programas de desenvolvimento este ano”.

Fiquei me perguntando: como uma “empresa” consegue decidir? Me imaginei em frente ao prédio dela, lendo minha proposta para a “empresa”, que ficaria ali me ouvindo – “imóvel” no sentido literal – pensaria a respeito e então “ela” me olharia nos olhos e diria “amigo, esse ano eu não investirei no desenvolvimento dos executivos, sabe como é, a crise está feia”.

Tenho outro caso real. Recentemente fui a um conhecido shopping center e ao pagar o estacionamento a moça do caixa me disse:

“O Shopping XYZ agradece sua visita”.

Não respondi. Talvez ela seja uma médium e tenha incorporado o espírito do Shopping.

É incrível como muitos ainda acreditam que empresas falam, decidem, compram, vendem, contratam, demitem.

Só pessoas – vivas – podem fazer isso.

Empresa é aquilo que vai embora para casa no final do dia e retorna no dia seguinte.

As pessoas da empresa decidem, falam, compram, vendem, investem, cortam custos, elaboram planos de futuro, contratam, demitem.

A empresa fala através da voz de seus representantes: Diretores, Gerentes, Vendedores, Compradores, Secretárias, Equipe de Recursos Humanos e mais uma série de pessoas que falam com os clientes, falam com os fornecedores, falam com os funcionários.

E quando quem fala é um ocupante de cargo de Liderança, a fala tem mais peso.

Wladimir R. Palermo é o autor do programa BEST IN CLASS® de Aconselhamento Executivo, que tem sido conduzido de modo especialmente bem-sucedido junto a Presidentes, CEOs, Diretores e Gestores de alto nível em importantes organizações dos mais variados segmentos.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *